População de Morungaba contabiliza prejuízos após tempestade

No primeiro dia útil após a tempestade que causou alagamento em 40 casas e 10 imóveis comerciais no Centro e nos bairros São Benedito e Vila Mariana, a população de Morungaba contabiliza os prejuízos e tenta voltar à rotina.

Não houve feridos ou desabrigados, mas o volume de chuva no último dia de 2017 foi o esperado para uma semana. Foram 103mm de água em 40 minutos. Foi preciso até cancelar a festa do réveillon programa para a cidade.

Morungaba acumulou 160,5 milímetros de água em 72 horas, o segundo maior índice na região.

Entre os pontos onde houve destruição, destacam-se as avenidas Araújo Campos, Centro, e José Miguel, no Brumado.

A ponte no bairro Buenópolis caiu e a estrutura de uma ponte na Vila Mariana ficou danificada, onde ficou impossibilitada a circulação de veículos e pedestres.

A prefeitura alerta os moradores que a ponte que liga a SP-360 em direção à Tuiuti está interditada e por isso se torna impossível transitar entre Morungaba e Tuiuti por esse trajeto.

Além disso, nesse mesmo itinerário, na divisa entre os dois municípios, houve levantamento do asfalto por causa de um tanque de uma represa que estourou.

A prefeitura de Morungaba tenta recursos junto ao estado e governo federal para fazer os reparos, mas sem previsão para o início das obras.