Padrasto é preso pela Polícia Civil após homicídio de enteado com deficiência mental

Policiais civis da Delegacia de Polícia de Defesa da Mulher de São José dos Campos (Deinter 1) prenderam naquela cidade, o padrasto após o homicídio de seu enteado, na tarde de quarta-feira (26/7), no bairro de Vila Industrial.

O crime ocorreu na terça-feira (25/7). O padrasto, teria trancado a mãe do adolescente, e outros dois filhos num quarto. A vítima foi levada para outro cômodo, onde ocorreram as agressões.

O adolescente de 14 anos foi socorrido ao pronto-socorro da região, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A primeira informação, recebida pela Polícia Civil, dava conta que a vítima havia apanhado de populares numa rua do bairro.

Segundo relatos, o padrasto não gostava do enteado, que era portador de deficiência mental, há informações de que o investigado era extremamente agressivo com os enteados, e não foi a primeira vez que ele bateu no adolescente.

Por causa do problema, o pai da vítima obteve a guarda provisória, no começo deste ano. O adolescente passava férias com a mãe.

As investigações continuam para esclarecer a possível omissão ou participação da mãe nas agressões.

Fonte: Deinter 1 – eov (c)
#pcsp #policiainvestigativa