Jogos do Brasil derrubam vendas do comércio, mas faturamento de bares e padarias dispara

Na manhã da última segunda-feira, quando a Seleção bateu o México por 2 a 0, pelas oitavas de final da Copa, as vendas cresceram 42 por cento.

Já nas padarias, a alta foi de 20 por cento.

Os números foram divulgados por uma das principais marcas de maquininhas de cartão e têm como base, por exemplo, a quantidade de operações realizadas durante e logo depois do jogo.

Agora quem não tem bar ou padaria também não pode comemorar muita coisa, além da vitória do Brasil.

No geral, as vendas no varejo caíram 14 por cento, na manhã de segunda.

E nas lojas de móveis, eletrodomésticos e roupas o tombo foi ainda pior: 31 por cento.

No geral, o comércio vendeu menos durante todas as partidas do Brasil na Copa.

O próximo jogo é nesta sexta, três da tarde, contra a Bélgica.