Impostômetro bate recorde histórico: mais de R$ 2,2 trilhões

O Impostômetro bateu recorde: passou da marca de 2 trilhões, 230 bilhões de reais.

Esse é o valor que os brasileiros já pagaram em impostos, taxas, contribuições e multas aos governos estaduais, municipais e federal desde o dia primeiro de janeiro deste ano.

É a primeira vez na história, desde que o painel criado pela Associação Comercial de São Paulo para acompanhar a arrecadação de impostos, atinge o patamar de 2 trilhões e 200 bilhões de reais.

A projeção feita pela Associação é que o país termine 2018 com arrecadação de 2 trilhões, 388 bilhões de reais, um aumento real, ou seja, já descontada a inflação, de 5,55% em relação a 2017.

O Impostômetro terminou o ano passado marcado a cifra de 2 trilhões, 172 bilhões de reais arrecadados por União, estados e municípios na forma de impostos, taxas e contribuições.