Eleição em São Paulo pode ter surpresa, diz presidente do Ibope

A eleição em São Paulo pode ter surpresa.

Segundo o presidente do instituto de pesquisa Ibope, Carlos Augusto Montenegro, as pesquisas mostram que o governador e candidato ao Palácio dos Bandeirantes pelo PSB, Márcio França, começou a se aproximar de seus adversários João Doria, do PSBD, e de Paulo Skaf, do MDB, que aparecem nas primeiras posições, tecnicamente empatados na disputa
Nas palavras de Montenegro, divulgadas em reportagem online do jornal Valor Econômico, “pode ter um movimento de terceira via no final”, indicando uma possibilidade de Márcio França ir ao segundo turno contra Dória ou Skaf.

O último levantamento Ibope sobre a corrida ao governo de São Paulo foi divulgado no dia 25 de setembro, terça-feira da semana passada.

O levantamento, que tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e está registrado no TRE de São Paulo com o protocolo 09074/2018, mostra Paulo Skaf com 24% das intenções de voto, seguido de João Doria, com 22%. Márcio França tem 12%.

No entanto, o candidato do PSDB é o único que tem crescido nos últimos levantamentos.

Para se ter uma ideia, tinha 9% no dia 19 de setembro e cresceu 3 pontos percentuais no último levantamento Ibope, indo para 12%

Já Skaf manteve 24% nas duas últimas pesquisas do Ibope e Dória oscilou para baixo, passando de 23 para 22 pontos percentuais na preferência do eleitorado de São Paulo.