Duas amigas e o sonho de concluir o “Caminho de Santiago de Compostela”

Dua amigas, um sonho e muita vontade na bagagem. Esse é o início da história da aventura de Beatriz Marchi e sua amiga Márcia Salzani que será contada aqui. Aqui você vai acompanhar como foi essa aventura e será dificil não se empolgar e por que não se emocionar. Boa leitura e uma ótima viagem.

Dois meses após concluirmos o Caminho de Santiago de Compostela, compartilhamos com vocês este grande Sonho!!!

Pedalar 12 dias, de Saint Jean Pied Port no sul da França até Santiago de Compostela na Espanha, foi um grande desafio.

São cerca de 800 km que passam por castelos, histórias de cavaleiros templários, igrejas encantadoras, vilarejos, plantações de uvas, florestas, pastos, rios.

Frio, muita chuva nos dois últimos dias. Mas dores? Não sentimos absolutamente nenhuma. Fé: essa é a palavra em qualquer adversidade.

Companheirismo é outra palavra fundamental pra quem pretende fazer uma viagem dessas. A todo momento, o psicológico é colocado a prova. A distância da família, dos amigos, pesa. Diferente de toda peregrinação, dessa vez estava há muitos quilômetros de casa, do outro lado do oceano …

Essa foi a primeira vez que pedalamos com um alforje. Havia uma rotina diária de trocar as roupas e preparar as malas para, no dia seguinte, seguir viagem. Chegar nos albergues, tomar banho, lavar roupa virou atividade do dia a dia nesses dias. Deixar a bicicleta pronta, limpa e lubrificada para o dia seguinte, também.

Orar antes de sair também tornou-se hábito.

Se um dia você quiser se aventurar pelo Caminho, tenha em mente que ele será como a vida: tem aqueles dias que o cansaço chega e a vontade de desistir é grande grande. No dia seguinte, a força se renova, e que venha caminho e mais caminho. Tem dias que o caminho é suave e sem obstáculos. Noutros, é difícil, cheio de barreira, pedras e muitas subidas e descidas. Em alguns dias, as flores enfeitarão o caminho. Em outros, o cenário é frio e monótono.

Em alguns dias, o clima é propício e o caminho fica encantador; em outros a chuva toma conta. E, pelos percalços do caminho, você encontrará pessoas possitivas que vão te motivar a seguir em frente.

Ver tanta gente interessada em saber mais sobre esse meu projeto pessoal de concluir o Caminho de Santiago nos deu forças para seguir em frente.

Outra opção muito sensata, foi não comprar o Slim Card. Só conversava com as pessoas à noite, nos albergues, quando tinham wi-fi. Deu para fazer uma autorreflexão.

Percorrer o Caminho de Santiago definitivamente não é tarefa fácil. Mas impossível não olhar para trás sem dizer que tudo valeu a pena.

Em todo o caminho, passamos por pequenos povoados e lugares tão antigos. Diariamente, faziamos uma viagem pelo passado e me imaginava na idade média. Sem contar as catedrais enormes. Toda vez que entravamos nelas, nossos olhos enchiam de lágrimas. Era uma emoção diária estar no caminho.

Muito mais do que paisagens maravilhosas e lugares mágicos, o Caminho nos mostra a beleza de toda esta vida, que infelizmente hoje parece andar meio esquecida.

O caminho é intenso. É mágico. É surpreendente. Histórias de vida se cruzam e cada uma delas traz um novo aprendizado e reflexão. Não importa de onde você vem, qual sua religião, quantos anos tem ou o tamanho da sua conta bancária. Adolescentes criam laços com pessoas de idade, grandes executivos brindam com aqueles que têm uma história de vida difícil. Todos caminham pelo mesmo lugar e com o mesmo destino. A vida, cheia de cobranças, pressão do trabalho e imposições sociais ficar distante. Máscaras e rótulos caem e tudo o que você pode ser é você mesmo.

Obrigado, Santiago de Compostela, por nos proporcionar mais VIDA à nossa VIDA!

A todos meus amigos, gratidão. Muitas das mensagens que recebiamos nos emocionavam!

Pedalar em Santiago não era promessa, mas sim um agradecimento. Pessoas que nem conheço nos indagam sobre o caminho, muitas já estão pensando fazer. Queremos sim, nos tornar motivação e inspiracao para que outras pessoas sigam nessa jornada.

E falamos com toda convicação, quem percorre o Caminho nunca mais volta sendo a mesma PESSOA!!!

 

2 comentários em “Duas amigas e o sonho de concluir o “Caminho de Santiago de Compostela”

  • 26/11/2019 em 6:52 PM
    Permalink

    Boa tarde
    Para 2020 pretendo fazer o mesmo percurso na primavera/verão.
    Os alforges são indispensaveis? Uma mochila é suficiente?
    Têm o percurso em GPS?
    Ficaram em albergues ou pensões?
    Para os 12 dias que despesas médias tiveram (em euros)
    Obrigado

Fechado para comentários.