Centro Infantil Boldrini celebra 40 anos com índices de cura de países primeiro mundo

O Centro Infantil Boldrini, considerado referência na América Latina no tratamento de doenças onco-hematológicas, pesquisa científicas e formação acadêmica celebra, nesta quarta-feira, 40 anos de fundação. Atualmente, cerca de 70 a 80% dos pacientes oncológicos da instituição são curados. Para se ter uma ideia, em 1978, as chances de cura da LLA estavam em torno de 5%. Atualmente , os índices de cura alcançados equivalem aos dos países desenvolvidos. Ao longo de sua história, o Boldrini já atendeu 30 mil pacientes encaminhados com a suspeita ou o diagnóstico de câncer (média de 750 novos casos por ano). Destes, 10 mil continuam em acompanhamento. Atualmente, o Boldrini é o único representante do Brasil em Estudo Epidemiológico sobre o Câncer da Criança, a convite do ICCCC (International Chilhood Cancer Cohort Consortium)/WHO, para, ao lado de diversos outros países, buscar fatores relacionados ao desenvolvimento do câncer na criança. O Boldrini atende 70% dos pacientes via SUS e 30% por meio de convênios. Os atendimentos do SUS geram 20% da receita; os convênios, 30%; os 50% restantes são oriundos de doações de pessoas físicas ou jurídicas.