Cadela da PRF morre por causa de fogos após vitória do Flamengo

A cadela farejadora Lua, de quatro anos de idade, da Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Espírito Santo, morreu no sábado (23) de parada cardíaca por causa dos fogos de artifício soltos após a vitória do Flamengo sobre o River Plate, onde o time se sagrou campeão da Libertadores 2019.   A PRF divulgou nota oficial, lamentando o acontecido. Confira abaixo a nota na íntegra:

“A nossa cadela policial vai deixar saudades, na certeza que seu trabalho foi de grande feito à instituição, que desde 2016, ajudou e foi primordial nas inúmeras apreensões de entorpecentes realizadas em parceria com os policiais do Grupo de Cães (GOC) da Polícia Rodoviária Federal no Estado do Espírito”.