Audiência do caso Ouro Verde é adiada para junho

A segunda audiência do processo contra seis pessoas ligadas à Organização Social Vitale, que estava programada para o dia 18 de abril, foi adiada para o mês de junho, porém a data ainda não foi definida.

O adiamento ocorreu para que seja finalizada a etapa de depoimentos das testemunhas de acusação, que serão feitos por meio de cartas precatórias.

Após o término das oitivas, segundo o Tribunal de Justiça do estado, os réus devem ser interrogados. Eles foram denunciadas pelo Ministério Público por participação em suposto esquema que desviou R$ 4,5 milhões do Hospital Municipal Ouro Verde. O caso veio à tona após operação deflagrada em novembro de 2017.