Atestado médico pode ser apresentado ao INSS por site ou aplicativo, sem necessidade de perícia

*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 10.07.2019: Fachada de agência do INSS na zona sul de São Paulo. (Foto: Bruno Rocha/Fotoarena/Folhapress) ORG XMIT: 1760396

Quem precisa comprovar afastamento por doença pode enviar atestado médico para o INSS pela internet, sem necessidade da perícia.

O documento é enviado pelo aplicativo ou pelo site Meu INSS.

A liberação da facilidade está em portaria do Diário Oficial da União de 7 de março.

Prevê, também, o pagamento antecipado do auxílio-doença, no valor de MIL 045 REAIS.

A medida vale durante o período de isolamento social, enquanto as agências da Previdência funcionarem em regime de plantão, com horário reduzido.

Quem já tem o aplicativo, deve fazer a atualização tanto no sistema Android como no iOS.

A antecipação será paga a partir da data de início do benefício e vale, no máximo, por três meses.

Para requerer o auxílio-doença, o atestado deve ser legível e sem rasuras, conter assinatura, carimbo e identificação do profissional emitente, com registro na categoria.

Deve trazer, também, as informações sobre a doença – a CID – que é a Classificação Internacional de Doenças, além do prazo estimado de repouso.

Se houver necessidade de afastamento por mais tempo, o benefíciário deve apresentar outro atestado médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *